NOSSAS
NOTÍCIAS

Nosso escritório é reconhecido entre os melhores em todas as áreas analisadas pelo guia IFLR1000 Financial and Corporate, edição 2017. Somos tier 1 em Banking, Capital Markets, M&A, Private Equity e Project Finance. Confira abaixo o que a publicação diz sobre nós. Machado Meyer is recognised as being a leading player in the market across the board. Beyond purely financial and corporate transactions, the firm boasts a strong infrastructure department, allowing many of its finance partners to cultivate sector expertise. Staffing changes include the departure of M&A partner Daniella Tavares.

O advogado da área de Infraestrutura do Machado Meyer Rafael Vanzella participa, nesta quarta-feira (19), em São Paulo, de debate sobre os principais aspectos regulatórios do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e sua importância para o atual momento do Brasil. O evento, promovido pela Câmara de Mediação e Arbitragem do Instituto de Engenharia, focará nas atualidades do PPI, tais como os projetos já definidos como prioritários pelo atual Governo, as novas condições de financiamento da infraestrutura (com destaque para as debêntures incentivadas) e o papel dos novos fundos governamentais na estruturação dos projetos de infraestrutura.

Anualmente, o Latin Lawyer divulga uma lista de profissionais recomendados pelos diretores jurídicos que fazem parte da LACCA - The Latin American Corporate Counsel Association.  Com base no número de recomendações e nas informações da pesquisa, os advogados são ranqueados por área de atuação. Temos orgulho em informar que os profissionais abaixo são destacados nesta edição.

Os advogados do Machado Meyer Rafael Vanzella e Raphael Soré participaram, nesta sexta-feira (26), em São Paulo, de palestra do Pacto Global da ONU sobre o Estatuto das Empresas Estatais. O evento integra o calendário do Grupo de Trabalho Anticorrupção da organização. Vanzella, que atua na área de Infraestrutura, falou sobre a nova Lei das Estatais e suas diversas implicações em governança, parcerias com empresas privadas, licitações, entre outros. Já Soré, da área de Compliance, falou sobre os impactos dessa nova lei nos controles internos relacionados à integridade corporativa.