Na edição 2016 da premiação IFLR Americas Awards, fomos reconhecidos na categoria Equity Deal of the Year pela atuação na oferta pública de ações no valor de 16 bilhões de reais pela Telefônica Brasil em razão da aquisição da GVT. Na edição 2016 da premiação IFLR Americas Awards, fomos reconhecidos na categoria Equity Deal of the Year pela atuação na oferta pública de ações no valor de 16 bilhões de reais pela Telefônica Brasil em razão da aquisição da GVT.
Na edição 2015 do Deal of the Year da publicação Latin Lawyer, o Machado Meyer foi reconhecido pela participação em operações premiadas em duas categorias. Em "Disputes", pela atuação em favor da Mitsubishi Corporation e da Metal One, acionistas da Usiminas, em ação judicial que discutiu o acordo de acionistas da companhia entre o Grupo Nippon e o Grupo Ternium. E na categoria "Restructuring", pela assessoria a credores da OAS no caso de recuperação judicial da companhia.Além de conquistarmos o importante título de escritório brasileiro do ano, fomos reconhecidos pela LatinFinance por nossa participação em três operações vencedoras nas seguintes categorias:

- Corporate Liability Management of the Year: pela assessoria prestada à BRF S.A. em uma emissão de green bonds no valor de 500 milhões de euros e oferta de recompra de bonds emitidos pela BRF e suas subsidiárias;
- Equity Follow-on of the Year: em que atuamos pela Telefônica Brasil na oferta pública de ações no valor de 16 bilhões de reais em razão da aquisição da GVT;
- Cross-Border M&A of the Year: pela assessoria prestada à Telefonica Brasil S.A. na implementação da aquisição da GVT, no valor de 7,45 bilhões de euros.

O Machado Meyer foi eleito "Best Infrastructure Law Firm: Brazil", pela LatinFinance em 2015. Na edição 2015 do Global Legal Awards, a publicação The American Lawyer premiou o Machado Meyer pela operação de aquisição da GVT pela Telefonica, na categoria "Global M&A Deal of the Year: Latin America". Com um projeto no âmbito do Comitê de Cidadania, o Machado Meyer recebe prêmio na categoria "Inovação" do TrustLaw Awards em 2015, sob a alçada da Thomson Reuters, pelo trabalho desenvolvido em parceria com outros escritórios e empresas em prol da TETO, organização presente na América Latina e Caribe que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas, o que se dá por meio da ação conjunta dos moradores e jovens voluntários.Na edição 2015 do prêmio "Americas Women in Business Law Awards", da Euromoney, o Machado Meyer foi premiado como melhor firma de advocacia do Brasil, melhor firma de advocacia para mulheres, melhor iniciativa em diversidade de gêneros e melhor em gestão de talentos. Eleito o "Escritório do Ano, no Brasil", em 2015, por uma das mais relevantes publicações da advocacia mundial, International Financial Law Review (IFLR). Na edição 2014 do IFLR 1000 The Guide to the Worlds Leading Financial Law Firms, da Euromoney, foi >Na edição 2014 do prêmio Americas Women in Business Law Awards, da Euromoney, o Machado Meyer foi premiado como melhor escritório brasileiro em diversidade e por ter a melhor iniciativa em diversidade de gêneros entre os escritórios da América Latina.Reconhecido em 2014 pela participação na transação eleita como a operação latino americana do ano na área de aeroportos pela Project Finance Magazine, da Euromoney. Foi premiado o empréstimo de longo prazo para a expansão do maior aeroporto brasileiro pela Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos.Na edição 2013 do prêmio Global Legal Awards, a publicação The American Lawyer premiou a fusão entre a LAN e a TAM na categoria M&A para a América Latina.Na edição 2013 do prêmio Americas Women in Business Law Awards, da Euromoney, o Machado Meyer foi premiado como melhor escritório brasileiro, melhor escritório nacional para as advogadas na área de negócios e melhor escritório em razão da diversidade de gêneros. Eleito o Escritório do Ano, no Brasil, em 2013, por uma das mais relevantes publicações da advocacia mundial, International Financial Law Review (IFLR). Reconhecido pela mesma publicação pela participação nas operações vencedoras de duas categorias: Equity deal of the year (IPO do BTG Pactual) e M&A deal of the year (fusão entre a LAN e a TAM).Na edição 2013 do prêmio Deal of the Year, o Latin Lawyer premiou operações realizadas pelo Machado Meyer, em duas categorias diferentes: Celpa (Restruturação) e LATAM (M&A). Reconhecido em 2013 pela participação na transação eleita como a operação latino americana do ano na área de mineração pela Project Finance Magazine, da Euromoney. Foi premiada a operação da Largo, que consistiu em um projeto greenfield de mineração para a construção, operação, manutenção e exploração de minas de vanádio localizadas em Maracás, na Bahia.Na edição 2013 do "IFLR 1000 The Guide to the World?s Leading Financial Law Firms", da Euromoney, foi >Eleito, em 2012, um dos escritórios mais admirados do Brasil pela publicação Análise Advocacia 500 - a lista dos escritórios mais admirados do País.Eleito o "Escritório do Ano, no Brasil", em 2012, por uma das mais relevantes publicações da advocacia mundial, International Financial Law Review (IFLR).Na edição do prêmio "Deal of the Year 2012", o Latin Lawyer premiou operações realizadas pelo Machado Meyer, em duas categorias diferentes: Embraport (Financiamento de Projetos) e OGX (Finanças Corporativas). Eleito "Americas Transport Deal of the Year" pela agência Project Finance International e "Latin American Transport Deal of the Year" pela revista Euromoney Projetc Finance. Os prêmios são um reconhecimento pela participação do escritório na operação da Embraport no projeto para a construção e operação do maior terminal privado multiuso do Brasil. Eleito "Deals of the Year", pelo Asian-Mena Counsel 2011. Na edição 2012 do "IFLR 1000 The Guide to the World?s Leading Financial Law Firms", da Euromoney, foi >Condecorado com o Client Service Awards - prêmio da publicação britânica Chambers and Partners Latin America, que determina a excelência do escritório no atendimento aos clientes, em toda a América Latina. Assessorou a operação vencedora na categoria "Equity Deal of the Year" do IFLR Asia Awards 2011. A operação campeã foi a listagem de ações da Vale na bolsa de Hong Kong. Na edição 2011 do "IFLR 1000 The Guide to the World´s Leading Financial Law Firms", da Euromoney, foi >Assessorou as operações vencedoras nas categorias "Corporate Finance" e "Restructuring" do "Deal of the Year Awards 2010", da publicação inglesa Latin Lawyer. A operação campeã na categoria "Corporate Finance" foi a oferta de ações da Petrobras, na qual atuamos pela companhia. Na categoria "Restructuring", a vencedora foi a reestruturação da Independência, em que atuamos pelo BTIG e pelos bondholders. Eleito pela tradicional publicação inglesa Chambers and Partners "O Escritório do Ano no Brasil", na edição 2010 do prêmio Chambers Latin America Awards for Excelence. A premiação anualmente elege os escritórios de destaque na Américas, Europa e Ásia. Vencedor da categoria "Best Banking & Finance Team" do "2010 Legal Awards", promovido pela publicação inglesa World Finance. Na edição 2010 do "IFLR 1000 The Guide to the World´s Leading Financial Law Firms", da Euromoney, foi >Assessorou a operação campeã do prêmio "Transport Deal of The Year", edição de 2009, da agência de informações britânica Project Finance International (PFI). A operação vencedora foi o desenho da estrutura de financiamento para a construção do trecho oeste do Rodoanel. O escritório atuou pelo lado dos credores. Assessorou a operação premiada na categoria "Coporate Finance" do "Deal of the Year Awards 2009", da publicação inglesa Latin Lawyer. A operação vencedora foi o IPO do Santander, que configurou a maior oferta de 2009, em que o escritório atuou pelos coordenadores. Eleito, em 2009, um dos escritórios mais admirados do Brasil pela publicação Análise Advocacia 500 - a lista dos escritórios mais admirados do País. Em 2009, foi >Eleito, em 2009, "National Law Firm of the Year for Brazil", pela publicação inglesa International Financial Law Review. Eleito, em 2009, pela publicação inglesa International Financial Law Review, vencedor na categoria "Debt and equity-linked Deal of the Year". Nós atuamos pelos bancos Morgan Stanley e Citibank na emissão de títulos do BNDES. Indicado, em 2009, pela publicação inglesa International Financial Law Review, na categoria "M&A Deal of the Year". Nós atuamos pela Anglo American na aquisição da MMX Mineração e Metálicos. Co-eleito pela edição 2009 da publicação Chambers and Partner um dos líderes nas áreas Bancária e Financeira, Mercado de Capitais, Fusões e Aquisições, Resolução de Conflitos e Energia e Recursos Naturais. Eleito, em 2008, um dos escritórios mais admirados do Brasil pela publicação Análise Advocacia 500 - a lista dos escritórios mais admirados do País. Eleito, pela edição de 2008 da publicação inglesa Latin Lawyer, vencedor do prêmio "Deal of the Year" nas categorias "M&A", com a atuação pelo Grupo Ultra na aquisição, em conjunto com a Petrobras, do Grupo Ipiranga, e "Corporate Finance", com a atuação pelos bancos que participaram da oferta pública inicial da petroleira OGX, o maior IPO da história do mercado de capitais brasileiro. Eleito, em 2008, "National Law Firm of the Year for Brazil", pela publicação inglesa International Financial Law Review. Co-eleito pela edição 2008 da publicação Chambers and Partner um dos líderes nas áreas Bancária e Financeira, Mercado de Capitais, Societária e Fusões e Aquisições, Energia e Recursos Naturais e Tributária. Considerado pela publicação britânica "Thomson Financial" o segundo escritório em Fusões e Aquisições anunciadas na América Latina durante o ano de 2007. Indicado um dos "the top 100 competition practices in the world" em 2007 e em 2008, de acordo com a lista GCR 100, produzida pela publicação Global Competition Review. Eleito, em 2007, um dos escritórios mais admirados do Brasil pela publicação Análise Advocacia 500 - a lista dos escritórios mais admirados do País. Co-eleito pela edição 2007 da publicação Chambers and Partners um dos líderes nas áreas Bancária e Financeira, Societária e Fusões e Aquisições, Energia e Recursos Naturais, Projetos e Tributária. Indicado pela edição de 2007 do "IFLR 1000 The Guide to the World´s Leading Financial Law Firms", publicado pela Euromoney, um dos melhores escritórios de advocacia nas áreas bancária, mercado de capitais, fusões e aquisições e Project Finance. Eleito, em 2006, um dos escritórios mais admirados do Brasil pela publicação Análise Advocacia 500 - a lista dos escritórios mais admirados do País. Eleito, em 2006, "National Law Firm of the Year for Brazil", pela publicação inglesa International Financial Law Review. Classificado pela "World Tax 2006", publicado pela International Tax Review, um dos melhores escritórios brasileiros em direito tributário. Co-eleito melhor escritório de advocacia nas áreas Bancária, Mercado de Capitais, M&A e Project Finance pela edição de 2006 do "IFLR 1000 The Guide to the World´s Leading Financial Law Firms", publicado pela Euromoney. Na edição 2006, do "IFLR 1000 The Guide to the World´s Leading Financial Law Firms", da Euromoney, foi >Premiado pela edição de 2005 da revista americana Global Finance "Best Legal Advisor in Latin America". Nomeado um dos melhores escritórios de advocacia em fusões e aquisições na América Latina, segundo Thomson Financial Securities Data. Nomeado um dos melhores escritórios de advocacia nas áreas Bancária, Mercado de Capitais e Project Finance no Brasil pela edição de 2005 da "IFLR 1000 The Guide to the World´s Leading Financial Law Firms". Indicado nas categorias "South America Corporate/ M&A Law Firm of the Year" e "South America Banking and Finance Law Firm of the Year" pela The World´s Leading Lawyers by Chambers (2003/2004). Nomeado o melhor escritório nas áreas bancária e financeira e um dos líderes em fusões e aquisições em 2003/2004 segundo The World´s Leading Lawyers by Chambers. Finalista na categroria "The Latin American Law Firm of the Year" (2002/2003), do Chambers and Partners Award. Co-eleito o melhor escritório de advocacia empresarial brasileiro, segundo publicação do World´s Leading Lawyers de 2001/2002. Em maio de 2001, premiado pela Chambers and Partners de Londres como "The Law Firm of the Year" em Project Finance na América do Sul. Envolvido em mais de 50% das operações de mercado de capitais concluídas no mercado brasileiro em 2000, segundo ANBID.