A empresa Bahia Geração de Energia, subsidiária da Neoenergia, adquiriu a totalidade das ações da estatal CEB Distribuição (CEB-D), que leva energia ao Distrito Federal por R$ 2,5 bilhões.

O escritório Machado Meyer Advogados assessorou a Neoenergia no leilão público realizado em 4 de dezembro. A firma foi responsável pela due diligence, análise do edital, pedidos de esclarecimentos, preparação, revisão e organização dos documentos de qualificação e participação no leilão. A negociação também foi estruturada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social do Brasil (BNDES).

Representantes do escritório destacaram que a operação faz parte da estratégia de expansão da Neoenergia, subsidiária do grupo espanhol Iberdrola, presente nos segmentos de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica em 18 estados do Brasil desde 1997.

A estratégia também tem relação com a intenção da companhia de crescer por meio da aquisição de ativos de qualidade como a CEB-D, apesar do elevado endividamento, perdas e restrições financeiras da empresa para investir na expansão da rede de energia.

"Vamos fazer uma grande gestão na empresa, trabalhar ao lado do governo e pensar que a energia elétrica representa a artéria do Brasil, por onde corre o sangue de Brasília", disse a Neoenergia em nota.

Controlada pela Companhia Energética de Brasília, a CEB-D atende três milhões de pessoas. A empresa tem concessão até julho de 2045, prorrogada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2015.


Assessores jurídicos

Assessores da Neoenergia S.A.:

Machado Meyer Advogados: sócios Ivandro Maciel Sanchez Junior, João Vitor Luke Reis e Laura Garcia De Freitas Souza. Advogados: Andrea Melo Fialho, Gabriel Leão Vazami, José Carlos Altomari Teixeira, Larissa Carvalho Gersanti, Luisa Andrade Costa E Silva Rodrigues e Maia Alexia Martinovich.


Jornalista: ROJAS, Ingrid

(LexLatin - 05.01.2021)