Em meados de janeiro de 2021 tivemos a notícia sobre o maior vazamento de dados pessoais de brasileiros de todos os tempos. 220 milhões de pessoas (brasileiros vivos e mortos) tiveram dados como nome, CPF, nome dos pais, endereço, fotos de rosto, pontuação de crédito, imposto de renda, número de celular, dentre outros, vazados e disponíveis para aquisição no mercado clandestino de forma ilícita. Ato contínuo, no começo de fevereiro, sem mal digerir o primeiro vazamento, a empresa de segurança PSafe anunciou um suposto novo vazamento de dados pessoais, dessa vez envolvendo 100 milhões de contas de celulares.

 

Clique aqui para ler a matéria na íntegra

 

(O Estado de S. Paulo - 19.02.2021)