Especialista em direito societário, governança corporativa, reestruturações, contencioso societário envolvendo processos administrativos perante a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), ofertas públicas, fusões e aquisições envolvendo empresas de capital aberto e planejamento de sucessão. Sua atuação se concentra principalmente em transações complexas e fusões e aquisições envolvendo empresas de capital aberto. É especialista também em leis regulatórias e regulamentações emitidas pela CVM. Seu trabalho abrange ainda a assessoria sobre atos societários cotidianos e transações corporativas complexas envolvendo empresas de capital aberto e fechado, apoio às áreas de relações com investidores de empresas de capital aberto em suas obrigações periódicas e eventuais perante a CVM, preparação de defesas em processos administrativos e sancionadores iniciados pela CVM, análise e sugestão de estruturas para melhorar a governança corporativa das empresas, estruturação e condução de processos de ofertas públicas, revisão de contratos e implementação de transações de M&A, revisão de acordos de acionistas, estruturação e implementação de procedimentos de reorganização societária e proteção sucessória e patrimonial de indivíduos.

Associações

Ordem dos Advogados do Brasil

Reconhecimentos recentes

Reconhecida pelo guia IFLR1000, edição 2020, em M&A, como Notable practitioner.

Atuou na operação de aquisição da GVT pela Telefônica, vencedora do Global Legal Awards da publicação The American Lawyer, na categoria Global M&A Deal of the Year: Latin America, em 2015.

Reconhecida como “notable practitioner” pelo guia IFLR1000, edição 2018.

Ranqueada pela Análise 500 em 2018 entre os advogados mais admirados pela categoria "Química e Petroquímica".

Formação acadêmica

London School of Economics and Political Science, Inglaterra – Master in Laws (LL.M.) em Corporate and Commercial Law, 2007.
Fundação Getulio Vargas, Brasil (Especialização em “Direito Societário e Mercado de Capitais”, 2003).
Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ (Bacharelado em Direito, 2001).

Outras qualificações

Publicação de artigos: - Freitas, Clarissa Figueiredo de Souza. Os Poderes do Conselho de Administração para Impedir Medidas Defensivas contra Ofertas Hostis no Direito Comparado e na Legislação Brasileira.
Revista de Direito Mercantil, Industrial, Econômico e Financeiro n. 159/160.
Rio de Janeiro: Malheiros, 2011, p. 127-141 - Freitas, Clarissa Figueiredo de Souza e Saiani, José Samurai.
Mergers and Acquisitions in Brazil. Mergers and Acquisitions: Jurisdictional Comparisons. London: Sweet&Maxwell, 2012, p. 35-52 - Freitas, Clarissa Figueiredo de Souza e Fini, Raissa. Legislação é Incompleta ao Tratar de Nova Oferta Pública de Ações. Disponível em www.conjur.com.br. Data de acesso: 08 de novembro de 2015 - Freitas, Clarissa Figueiredo de Souza. Los Desafíos De Importar Conceptos Del Derecho Anglosajón En Contratos De M&A Regidos Por La Legislación Brasileña. Fusiones e Adquisiciones. Organizador: Carlos Alberto Soto Coaguila. Lima: Instituto Pacifico, 2015.
Freitas, Clarissa Figueiredo de Souza e Sherique, Elie Jaques. Contratos de Compra e Venda e Investimentos – 1ª parte in Brasil M&A: guia para fusões e aquisições de empresas brasileiras. Organizador: Siqueira, Marcelo. Rio de Janeiro: Donnelley Financial Solutions do Brasil Ltda, 2017.
Freitas, Clarissa Figueiredo de Souza, Pallis, Adriana e Penteado, Arthur B. Aspectos Regulatórios in Brasil M&A: guia para fusões e aquisições de empresas brasileiras. Organizador: Siqueira, Marcelo. Rio de Janeiro: Donnelley Financial Solutions do Brasil Ltda., 2017.

Experiência em escritório no exterior

Teixeira de Freitas, Rodrigues e Associados – Portugal (2007 a 2008).

Publicações Recentes

O Colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) julgou, em 13 de novembro, o Processo...[+]
No último dia de agosto, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) colocou em audiência pública...[+]
Via Mobilidade realiza segunda emissão de títulos para investir nas obras A Concessionária...[+]
Os acionistas da Light esperavam receber neste ano R$ 315 milhões em dividendos, o mínimo...[+]
Com a pandemia de covid-19, uma parcela relevante das companhias terá suas operações seriamente...[+]
A Medida Provisória nº 931, publicada em 30 de março, alterou prazos e procedimentos para...[+]
As recomendações das autoridades governamentais brasileiras de se evitar reuniões e aglomerações...[+]