Roberta Danelon Leonhardt é especialista em direito ambiental, possuindo destacada atuação no gerenciamento de crises ambientais complexas devido à sua habilidade para a composição de múltiplos interesses em processos de negociação.
Grande parte do trabalho de Roberta envolve a coordenação de equipes de trabalhos para a prestação de assessoria ambiental em assuntos que envolvem a implantação de projetos com potencial poluidor e o gerenciamento de passivos ambientais, suporte a investidores e instituições financeiras para identificação e gestão de riscos ambientais assim como atuação junto a órgãos ambientais e Ministério Público. Roberta está se tornando renomada no mercado de atuação em Contencioso Ambiental devido à sua capacidade de persuasão e à sua sólida base em atuação na área ambiental. Ela também possui experiência na assessoria a clientes de uma ampla gama de segmentos, como infraestrutura, logística, alimentos e bebidas, químico, imobiliário, de agronegócios, siderúrgico, minerário, automotivo, bancário, farmacêutico e indústria pesada em geral.

Associações

Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)
International Bar Association (IBA)

Reconhecimentos recentes

Recomendada pela Who’s Who Legal 2018, em Ambiental.
Ranqueada pela Chambers Latin America 2018 na área Ambiental.
Recomendada na área de Direito Ambiental pelo The Legal 500 (2017).
Reconhecida pela publicação Latin Lawyer 250, edição 2018, na área de Ambiental.
Ranqueada na revista Análise Advocacia (2017) entre os advogados citados em Ambiental (2° lugar) e Siderurgia e Mineração.
Premiada pelo Chambers Women in Law na categoria “Mentoring Lawyer of the Year - Leadership in the Profession” para a América Latina (2015).

Formação acadêmica

London School of Economics and Political Science, Reino Unido (Mestrado/LL.M. em Direito Internacional Público, 2003).
Universidade de São Paulo, Brasil (Pós-graduação em Direito Ambiental, 2002).
Universidade de São Paulo, Brasil (Bacharelado em Direito, 1999).

Outras qualificações

Participou do Programa de Treinamento para Jovens Advogados na missão permanente do Brasil em Genebra, com atuação perante a Organização Mundial do Comércio (OMC), Suíça (2005).
Coordenadora do Comitê Ambiental do Centro de Estudos de Sociedades de Advogados (CESA) (2014-2017).
Officer da International Bar Association (IBA) (Programme Officer, Environment, Health and Safety Law Committee, 2015-2016 e Vice-Chair, Environment, Health and Safety Law Committee, 2017).
Membro do Comitê Diretivo do Machado Meyer (2016-2017).
Membro do Comitê de Diversidade no Machado Meyer (2014-2017).

Experiência em escritório no exterior

Foundation of International Environmental – Law and Development (FIELD), Reino Unido (2003).

Publicações Recentes

Duas novas instruções normativas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos...[+]
Para que mais autuados possam aderir ao programa de conversão de multas, o Instituto Brasileiro...[+]
Por Luciano Pádua Estimativa do CESA revela tamanho do desafio para equilibrar a representatividade...[+]
Parece estar próximo o dia em que a União finalmente exercerá a sua competência legislativa...[+]
Escritório recebeu entidades, empresas e governo para debater as mudanças que a nova lei...[+]
A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) já vem exigindo o novo valor para a...[+]