A Fras-le S.A., uma das cinco maiores fabricantes mundiais de materiais de fricção, realizou a terceira emissão pública de debêntures e captou R$ 210 milhões. A operação, encerrada em 22 de junho, foi destinada exclusivamente a investidores profissionais e terá prazo de pagamento de bônus de sete anos. O escritório Machado Meyer Advogados atuou como consultor de negócios da empresa e também atuou pelo Banco Itaú BBA S.A. e Oliveira Trust Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A, que foram os subscritores da oferta. Segundo comunicado da empresa, os recursos líquidos serão usados para o pagamento de metade do capital social da Nakata Automotiva. Em dezembro no ano passado, a Fra-le comprou a Nakata Automotiva por R$ 457 milhões. A aquisição reforçou a atuação da Fras-Le no segmento de reposição de autopeças. A Fras-le produz pastilhas e lonas para freios, revestimento de embreagens, produtos industriais e especiais para aplicação em caminhões, semirreboques, ônibus, automóveis, motocicletas, tratores, metrôs, trens, elevadores, aviões, máquinas industriais, sondas petrolíferas, entre outros, estando presente em todas as atividades que exigem materiais de fricção. Desde 2012, com a aquisição da Controil, a empresa também produz componentes para freios e embreagens e polímeros automotivos. A empresa atende as principais montadoras de veículos do mundo e mercado de reposição.


Assessores jurídicos:



Jornalista: TEIXEIRA, Luciano

(LexLatin - 14.07.2020)