O Banco Inter captou R$ 1,16 bilhão (US$ 208,2 milhões em 22 de outubro) em uma oferta pública primária de ações. O banco distribuiu 16.838.900 ações ordinárias e 39.150.000 ações preferenciais a um preço de R$ 20,83 (US$ 3,71) cada. A transação inclui as ações ordinárias e preferenciais subjacentes às unidades, equivalentes a uma ação ordinária e duas ações preferenciais e cujo preço foi fixado em R$ 62,49 (US$ 11,1). No total, foram colocadas 18,6 milhões de unidades.


Machado Meyer Advogados (Belo Horizonte) e White & Case assessoraram o emissor na transação que foi liquidada em 9 de setembro, mas o White & Case não respondeu aos nossos pedidos de informações.


Mayer Brown (Chicago, Nova York e Palo Alto) e Tauil & Chequer Advogados em associação com Mayer Brown LLP (São Paulo) assessoraram a Bradesco Securities, BTG Pactual US Capital, J.P. Morgan Securities e Santander Investment Securities como agentes de colocação internacional.
Pinheiro neto Advogados (São Paulo) assessorou o Banco Bradesco BBI como coordenador líder e o Banco BTG Pactual, Banco J.P. Morgan e Banco Santander (Brasil) como coordenadores.


Representantes do Machado Meyer disseram que esta é a segunda oferta secundária do banco e a terceira oferta de ações nos últimos três anos desde seu IPO.
Em evento relevante, o Banco Inter indicou que utilizará os recursos líquidos da oferta para investir no lançamento de novos produtos, no aumento das operações de crédito e na expansão por meio de aquisições estratégicas. O comunicado acrescentou que, diante da grande demanda registrada, a quantidade de ações aumentou 28,7% em relação ao montante inicialmente ofertado de 14,5 milhões de títulos ordinários e 29 milhões de preferenciais.


Após a oferta subsequente, o capital do banco passou para R$ 3,29 bilhões (US$ 588,1 milhões), dividido em 383.452.029 ações ordinárias e 380.992.616 ações preferenciais.


Fundado em 1994 em Belo Horizonte, o Banco Inter é considerado a primeira instituição financeira brasileira 100% digital. Tem sua origem na Intermedium Financeira, que fazia parte da MRV Engemharia.

Assessores jurídicos

Assessores do Banco Inter S.A.:
Machado Meyer Advogados (Belo Horizonte): sócio Gustavo Rugani do Couto e Silva. Advogados Guilherme Azevedo Ferreira Alves, Joao Pedro Franco de Sad e Wagner Eustaquio Duarte Junior.
White & Case*


Assessores do Bradesco Securities, Inc.; BTG Pactual US Capital LLC; J.P. Morgan Securities LLC e Santander Investment Securities Inc.:
Mayer Brown (Chicago, Nova York e Palo Alto): sócios David S. Bakst e Juan Pablo Moreno. Associados Milena Muradian, Thomas Wu, Colleeen Dunn e Laura Franco.
Tauil & Chequer Advogados em associação com Mayer Brown LLP (São Paulo): sócios Carlos Motta e Rodolfo Constantino de Tella. Associada Sophia Sebti.


Assessores do Banco Bradesco BBI S.A., Banco BTG Pactual S.A., Banco J.P. Morgan S.A. e Banco Santander (Brasil) S.A.:
Pinheiro neto Advogados (São Paulo): sócios José Luiz Homem de Mello e Guilherme Sampaio Monteiro. Associadas Paula Regina Fernandes Rodrigues, Julia Barbosa Campos, Taisa Sani e Carolina Rocha Lima. Assistentes jurídicas Nina Goldman Cavalcanti y Safira Hee Sook Lee.
*A firma não respondeu nossos pedidos de informação.

 

 (LexLatin - 23/10/2020)